Endemismo refere-se, normalmente, a uma espécie que apenas vive num local específico, região geográfica ou tipo de habitat, tornando-a única!

Hoje em dia, não só as espécies, mas também a cultura e as tradições estão a sofre a globalização, perdendo a singularidade deste sentimento.

 A nossa ética é baseada em princípios que conservam e preservam os nossos “ambientes locais”, mantendo-os únicos.

Deveremos lutar por aquilo que acreditamos e sermos fieis aos nossos princípios.

Por estas razões, vamos tentar manter simples factos da nossa vida num estilo ENDEMIC!

Yasmina Rodríguez

Nasceu nas ilhas Canárias (1986) onde cresceu num ambiente de endemismos insulares. Como islenha, dá valor por estar rodeada pela paisagem do mar a tocar a linha do horizonte. Em busca de novas experiências, a Yazz, trabalhou em projetos nos arquipélagos de Cabo Verde e Galápagos com tartarugas marinhas, onde absorveu informação sobre distintos ecossistemas e formas de viver.

Assim que chegou aos Açores ficou encantado pela beleza & poder da natureza que inunda as ilhas. Depois de quatro anos a trabalhar com o turismo encontra-se atualmente a trabalhar na Universidade dos Açores num projeto de investigação direcionado ao lixo marinho.

Frederico Pessanha

Português, nasceu em 1988 no “sunny Algarve”, desde pequeno tomou consciência do importante papel desempenhado pela natureza. Para aprofundar os seus conhecimentos nessa matéria estudou biologia marinha, tendo a oportunidade de frequentar diferentes Universidades europeias.

As suas jornadas por África fizeram-no crescer como pessoa, com simples atos como um sorriso rasgado de um estranho ou quando pessoas que possuem tao pouco possam partilhar tanto.

 Os Açores surgiram-lhe no mapa como uma oportunidade para um estilo de vida Endemic. Desde que chegou em 2013 trabalha como guia marinho e terrestre.

 Endemic Azores 2018 (Nº 25/2016/RAA)